Aborto… A questão é bem mais complexa….

Há algum tempo rolou uma campanha no facebook contra o aborto. Participei e postei fotos da minha gravidez, ainda desafiei outras amigas a fazê-lo. A coisa ferveu, muita gente a favor, muita gente contra, então me dispus a algumas reflexões… segue abaixo breve texto que escrevi no meu perfil….

Há alguns dias, fui desafiada por uma amiga a postar fotos  da minha gravidez como um manifesto contra o aborto. Fiz isso, já que concordo com essa idéia, e desafiei outras amigas a fazê-lo. Mas depois, fiquei observando os posts de outras amigas, alguns comentários, e fiquei pensando, aliás, estou pensando no assunto… por isso resolvi expor um pouco mais meu pensamento, pra quem é contra e quem é a favor do aborto e desta “campanha”…
Se vc tiver paciência, leia, se não, não precisa, não mesmo! Afinal, ninguém é obrigado a ficar lendo e sabendo do que eu penso… rs…
Primeiro, quero deixar claro que a minha adesão à campanha expõe um pouco do que penso a respeito do tema, mas sem qualquer intenção de desrespeitar ou ofender qualquer um que pense diferente…
Até porque, posso imaginar a situação extrema que leva à maioria dos abortos…
Aí vem meu segundo ponto. Por princípio sou sim contra o aborto, mas nem ouso dizer que nunca o faria, porque, partindo do pressuposto de que a maioria dos abortos acontece em situações extremas, só sabe como reagiria quem já passou por algo parecido, e, tratando-se de gravidez, esse não foi o meu caso. A minha gravidez foi planejada, desejada e aconteceu em um contexto de estabilidade (emocional, relacional e financeira) familiar. Isso, sim, faz muita diferença. Um aborto nestas condições, com certeza, ao meu ver, é inconcebível! Agora, o que dizer de situações totalmente opostas a essa? Exitem algumas frases prontas: “Pensasse antes de fazer…”, “Eu NUNCA faria uma coisa dessas!”, “isso é um assassinato!” ou ainda “nada justifica um absurdo desses..”…. talvez eu até concorde com tudo isso, mas, lembrem-se, estamos diante de situações extremas (a maioria, pelo menos), de dificuldade, desestrutura, desamor, desesperança, e outros “des” que quisermos acrescentar…
Por outro lado, admiro imensamente mulheres que levaram gestações de risco, em situações extremas, até o final por acreditarem naquilo. Sofreram, pagaram um preço alto, mas não abriram mão de suas convicções em situações extremas! Admiro gente assim… não sei se faço parte desse grupo, sinceramente…
Portanto, continuo sendo contra o aborto, mas não me entenda mal, nem pense que me considero superior porque nunca o fiz e não concordo com ele (aborto).
Terceiro, o fato de ser contra o aborto, por princípio e pelas convicções que tenho, também não significa que seja contra a sua legalização em alguns casos. Sobre a completa legalização, eu ainda tenho algumas reservas, talvez até medo de defender tal posição. Mas, em alguns casos, como advogada, o respaldo da lei resolveria muitos problemas e ajudaria a resolver um problema jurídico, e sobretudo, de saúde pública no Brasil. Como li por aqui, manter a proibição não fará diminuir os casos. Uma educação e conscientização, um bom sistema de saúde, serão mais eficazes!
Por fim, se você defende o aborto, respeito sua posição e entendo muitos (nem todos) dos seus argumentos.
Se você é contra, meio-contra ou absolutamente contra, e mais, se você teve uma gravidez nas mesmas condições que a minha, talvez caiba um olhar nosso mais sensível e solidário a este fato, que não é (somente) uma questão de tirar uma vida (se entendemos que o ser gerado em nosso ventre a tem), não que isso não seja importante em si mesmo, mas que a questão é bem mais complexa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s