“Ensina a criança…”

Na primeira reunião de pais do ano, na escola da Beatriz, a diretora da escola comentava sobre problemas recorrentes na escola durante os anos, como o estacionamento (carros que param em lugar proibido, em vagas preferenciais, que travam a passagem, etc…). Chamava a atenção de nós, pais, de que o problema somos nós, os adultos, não as crianças. E terminou dizendo o seguinte, quase como um desabafo: “É difícil ensinar adulto…”. Aquilo ressoou na minha cabeça…

É difícil ensinar adulto… Pura verdade! É difícil, pelo menos mais difícil do que uma criança. Adultos já são cheios das suas próprias verdades, de manias, maus hábitos e comportamentos já arraigados, alguns acham que já sabem tudo, outros, que já estão velhos demais pra mudar/aprender alguma coisa, pois bem… por estas e outras razões, é difícil ensinar adulto.

Não por acaso, a Bíblia, através da sabedoria de Salomão, nos dá o seguinte conselho: Instrua a criança segundo os objetivos que você tem pra ela, e mesmo com o passar dos anos, não se desviará deles. Pv. 22:6. Quanta sabedoria neste conselho! Sabedoria divina, daquele que nos conhece melhor do que nós mesmos. Daquele que conhece muito bem aquilo que criou e todos os defeitos que podem apresentar.

Muitos cristãos aplicam esse conselho (corretamente) apenas no que diz respeito ao conteúdo da própria Bíblia. Que devemos (os cristãos) ensinar as coisas a respeito de Deus e do que a Bíblia ensina para as crianças para que elas andem no bom caminho e não se desviem dele para o resto de suas vidas. Concordo plenamente! Como cristã, é o que procuro fazer com meus filhos.

Mas tenho pensado que esse precioso conselho vai ainda além. Deus, em sua infinita sabedoria, sabe, desde a fundação do mundo, que uma criança aprende com muito mais facilidade do que um adulto. Que tudo aquilo que aprendemos na infância passa a fazer parte de nós mesmos, da nossa natureza, dos nossos hábitos e valores. Olhe pra você. Tente perceber que as coisas que lhe foram ensinadas e incutidas desde a infância, fazem parte de você com muito mais naturalidade, do que aquilo que você aprendeu depois de crescido. Claro, com o tempo, a insistência e a repetição, podemos aprender e incutir coisas de forma que passem a ser naturais em nós, já adultos. Mas o esforço é maior, acredito.

Portanto, tudo aquilo que queremos que nossos filhos sejam, conheçam, experimentem, etc., devemos ensiná-los enquanto são crianças. Desde o hábito de tomar banho e escovar os dentes, até os cinco idiomas que eventualmente você queira que seu filho fale no futuro. Claro, tudo isso, dentro do possível, razoável, e que esteja ao nosso alcance.

A minha reflexão é no sentido de me empenhar o máximo para ensinar, gastar tempo com eles ensinando e incutindo aquilo que realmente acho importante e essencial para a vida deles. Isso vai desde o hábito de escovar os dentes, jogar lixo no lixo, passa pela alimentação, organização, responsabilidades, cidadania, formação do caráter, capacidade de dialogar e pedir desculpas, de dividir, aquisição de bons hábitos, prática de esportes, artes, música, leitura, cultura, … a lista é grande!, e claro, os valores cristãos, que são importantes pra mim. Ensinar e deixar que sejam crianças, formar neles a consciência de que são eternos aprendizes e que nunca é tarde pra aprender nem mudar nada em suas vidas. Isso pode ajudá-los a serem adultos mais facilmente “ensináveis”.

Há coisas que estão fora do nosso alcance, outras devem seguir o desenvolvimento natural da criança, mas ensiná-los enquanto criança é muito importante! Não vamos subestimar a capacidade de nossos filhos de, ainda pequenos, aprenderem hábitos, valores, regras e conhecimentos de quaisquer ordens. Lembrando, é claro, de não retirarmos a infância deles. Ensina a criança… tudo que puder e estiver ao seu alcance! Os benefícios são certos e duradouros! A colheita será boa e farta, afinal é a lei mais justa: colheremos exatamente aquilo que plantarmos! Professoras e profissionais da educação infantil, podem me corrigir! São apenas percepções de uma mãe… rs

Anúncios

2 comentários sobre ““Ensina a criança…”

    1. Pri, querida amiga, bota saudade nisso!
      Fico feliz de acompanhar de longe a mãezona que vc se tornou, e sua linda família! Acho q somos daquelas que quando nos reencontrarmos terá sido como se tivéssemos passado apenas alguns dias distantes! ☺️
      Obrigada! Bom saber que tem gente que gosta de ler… pode deixar!! super beijo 😘

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s